Quem tem mais de 35 anos muitas vezes não entende as reações de alguns de seus colegas de trabalho. Super ativos, imediatistas, querem feedback a todo momento e rápido reconhecimento, não gostam de horários rígidos, adoram navegar na Internet, são ousados, amam trabalhar, mas não querem que o trabalho seja sua vida. Essas são algumas das características da Geração Y, composta por jovens de até 30 anos, que atingem posições de lideranças cada vez mais cedo.

 

Quem tem mais de 35 anos muitas vezes não entende as reações de alguns de seus colegas de trabalho. Super ativos, imediatistas, querem feedback a todo momento e rápido reconhecimento, não gostam de horários rígidos, adoram navegar na Internet, são ousados, amam trabalhar, mas não querem que o trabalho seja sua vida. Essas são algumas das características da Geração Y, composta por jovens de até 30 anos, que atingem posições de lideranças cada vez mais cedo.

Vivemos um momento histórico único, onde as gerações (Veteranos, Baby Boomers, X e Y) convivem juntas, no mesmo ambiente de trabalho, umas chefiando outras e vice-versa, com culturas, aspirações e modelos mentais diferentes. Para relacionar-se bem com a Geração Y é preciso respeitar a sua inteligência, manter a coerência, estar nos lugares físicos e virtuais onde seus membros estão e manejar de maneira estratégica as ferramentas que essa geração usa e entende.

O que podemos perceber é que as quatro gerações estão convivendo juntas dentro das empresas e precisam achar um ponto de equilíbrio para esta convivência.

As gerações têm levado em média 20 anos para se formar. Cada geração possui suas características, muitas vezes influenciadas por acontecimentos mundiais ou locais, que marcam suas vidas.

Entenda as características de cada uma das gerações atualmente conhecidas:

Veteranos – Senhores que nasceram durante a 1ª guerra mundial, participaram da segunda guerra, não necessariamente ativamente. Foram educados para a disciplina e o respeito às hierarquias. No trabalho valorizam o comprometimento e a lealdade.

Baby Boomers – Os nascidos logo após a segunda guerra, entre 1945 e 1960. Viveram a fase de engajamento contra ditaduras e poderes tiranos. Workaholics, valorizam o status e o crescimento profissional. São responsáveis pelo estilo de vida que se tem hoje, baseado em conquistas materiais.

Geração X – compreende os nascidos entre 1961 e 1980. Céticos em relação à política. Gostam de alguma informalidade no trabalho e buscam qualidade de vida e equilíbrio. Carreira de 20 anos na empresa não é com eles.

Geração Y – Os nascidos de 1981 a 1999. Uma galera que adora feedback, sonha em conciliar lazer e trabalho e é muito ligada às novas mídias. São comprometidos em mudar o mundo na esfera ecológica, se engajam em trabalhos voluntários, são informais e imediatistas. Tecnologia e diversidade são naturais, usam recursos online. A falta de cerimônia com os pais leva à indiferença com a autoridade no trabalho.

 

Leia também

Notícias PRNewswire