Você será redirecionado em 8 segundos

ITWeb agora é IT Forum 365! Uma nova Comunidade onde você encontrará todo o conteúdo de qualidade do ITweb a que estava habituado mas com novas POSSIBILIDADES de interação com os participantes desse novo mundo. Venha participar deste novo momento na comunidade de TI com Interação, Colaboração, Apresentações e muito mais. Faça seu cadastro e seja bem-vindo!

crédito: Divulgação
http://itweb.com.br

O desenvolvedor é o profissional que escreve os códigos para construir as aplicações. O papel do profissional marca o terceiro capítulo da série de Carreiras produzido pelo IT Web em parceria com a Fiap, que explica quais são as áreas de especialização dentro da profissão.

Eduardo Endo, coordenador dos cursos de pós-graduação da Fiap, explica que esse profissional se tornará um arquiteto de informação se seguir as definições estruturais. Porém, para conseguir chegar à ascensão na carreira, é necessário algum esforço. Para se tornar um desenvolvedor, o interessado precisa “conhecer lógica de programação, que pode ser tirada de um curso de graduação. E depois se especializar em alguma tecnologia por meio de cursos ou especializações”, explicou o coordenador.

E o melhor de tudo: o mercado está aquecido. Sobram vagas em São Paulo, no Nordeste e no Sul. “Por aqui é muito difícil encontrar desenvolvedores e as outras regiões são celeiros de profissionais”, comenta. Segundo ele, quase todos os profissionais paulistas estão alocados, o que traz uma alta rotatividade, já que a abordagem do setor para conseguir colaboradores nesta área é “agressiva”.

O mercado está amadurecendo e, nesse segmento, ser especialista em tecnologias específicas não é ruim. “Isso não vai limitar a sua rentabilidade”, aponta. “A importância dessas pessoas é a mesma que a de um gerente. Elas pessoas podem ter o lado técnico sem ter o lado da gestão.” Então, não se sinta pressionado se o seu negócio são códigos e não coordenação de pessoal. Isso não vai te prejudicar.

Futuro

O aspecto do mercado de desenvolvimento como um todo é muito aquecido e terão empregos. “Não tem que se preocupar em acertar [na escolha da tecnologia que irá se especializar]. Mas no futuro as aplicações móveis marcarão o mercado e a escassez de profissionais será maior ainda. Esse é o grande mercado”, afirma.

E ele dá a dica: tem que entender de design para poder continuar no mercado de dispositivos móveis. “Aproveite a bagagem de outros sistemas, mas a mobilidade é o futuro.”

 

Saiba mais:

Especial Carreiras: saiba o que faz um gerente de TI

Especial Carreiras em TI: entenda o que faz um arquiteto de solução

 

 

  • NsRaphael

    Muito boa esta matéria. Estou me preparando para esta área e qualquer dica é bem vinda. Parabéns à IT Web.

Notícias PRNewswire