Você será redirecionado em 8 segundos

ITWeb agora é IT Forum 365! Uma nova Comunidade onde você encontrará todo o conteúdo de qualidade do ITweb a que estava habituado mas com novas POSSIBILIDADES de interação com os participantes desse novo mundo. Venha participar deste novo momento na comunidade de TI com Interação, Colaboração, Apresentações e muito mais. Faça seu cadastro e seja bem-vindo!

Veja quem é parceiro de quem para decidir a qual aliança sua empresa dará suporte

Todos trabalham em parceria: As empresas trabalham juntas para estimular a inovação e acelerar as infraestruturas de cloud computing. Inúmeras companhias de grande porte estão dando as mãos para oferecer soluções colaborativas na nuvem. Seja Google e VMware, ou Microsoft e HP, as empresas estão se unindo para entregar ofertas conjuntas. É trabalho do canal determinar com qual aliado irá se unir. Para mostrar que, na nuvem, não há como andar sozinho, aqui estão 10 alianças que você deve conhecer para traçar o seu mapa na nuvem.

1) Google e VMware

O Google quer se infiltrar no enterprise. Para tanto, o gigante de buscas e da nuvem se aliou à VMware para tornar mais fácil aos desenvolvedores escrever aplicações em Java, para rodar em várias plataformas de nuvem. Na semana passada, na conferência Google I/O, em San Francisco, o CEO e presidente da VMware Paul Maritz revelou a aliança, que se baseia no VMware”s Spring Framework, um modelo de programação em Java. Como parte da parceria, foram desenvolvidas suítes de ferramentas e uma ferramenta de desenvolvimento rápido de aplicações, chamada de Spring Roo, com base no Web Toolkit, do Google. Com a aliança com a VMware, o Google mostra que está levando a sério a nuvem e se unindo a líderes para construer seu sucesso.

2) Microsoft e HP

Em janeiro, as empresas fizeram um grande anúncio de aliança com foco no data center, com plano de investimento de US$ 250 milhões nos próximos três anos, que vai se centrar em cloud computing. Sem divulgar detalhes, as parceiras prometem “soluções de TI dinâmicas” em áreas como nuvens privadas e públicas, que aliam produtos Microsoft como Exchange Server e Hyper-V, com o portfólio de servidores, storage e redes da HP. Com discurso de vendas ainda pendente, o duo dinâmico disse que um “novo modelo de infraestrutura-para-aplicação” dará ao canal um novo arsenal de nuvem e a parceria vai oferecer times de vendas dedicados para projetos conjuntos.

3) Cisco, EMC e VMware

No ano passado, as companhias revelaram sua aliança Virtual Computing Environment (VCE) e pacotes de infraestrutura Vblock, uma série de soluções pré-configuradas e pré-testadas baseadas em ferramentas das três fabricantes, para estimular desenvolvimentos de nuvem e virtualização. O trio está em busca da combinação de storage, servidor, rede e recursos de virtualização em uma única oferta. E seus parceiros devem ser beneficiados, já que a oferta, segundo as empresas, será feita por meio de integradores de sistemas, provedores de serviços, VARs e desenvolvedores, com ofertas de serviço e suporte disponíveis aos canais.

4) Cisco, VMware e NetApp

A Cisco mostrou que sua estratégia de virtualização e nuvem centrada em seu sistema de computação unificada (UCS, em inglês) não tem a ver com a EMC. A fabricante adicionou a NetApp, junto com VMware, para lançar uma nova arquitetura de compartilhamento de recursos de data center virtualizados e ambientes de nuvens corporativas. Anunciado em janeiro, o ataque triplo oferecer arquitetura multitenancy segura end-to-end, que propicia segurança na nuvem a partir do isolamento de recursos de TI e aplicações de diferentes clientes, unidades de negócios ou departamentos que compartilham uma mesma infraestrutura de TI.

A aliança tríplice também vai oferecer um suporte colaborativo para arquiteturas pré-testadas e validadas para ajudar na construção de infraestruturas virtualizadas unificadas.

5) Salesforce.com e VMware

Em abril, as parceiras ergueram as cortinas de uma nova aliança para trazer o desenvolvimento em Java para a nuvem, dando origem ao VMforce. Sob a aliança, as duas titãs planejam vender e prover suporte de forma conjunta o novo VMforce enterprise Java cloud. A integração permite a desenvolvedores Java usar o atual VMware SpringSource para construir aplicações Java para a nuvem da Salesforce.com. As duas companhias desafiam que desenvolvedores Java pode criar aplicações na plataforma como faziam antes, mas, agora, decupam aplicações do servidor Java e as movem para a nuvem force.com, onde aplicações Java podem definir e acessar dados armazenados usando o recurso de ‘arrastar e soltar”.

6) Microsoft e NetApp

No ano passado, as companhias firmaram um acordo de três anos para colaborar e integrar o storage da NetApp com aplicações Microsoft e tecnologias Hyper-V. O acordo torna possível aos canais integrar melhor ambientes em nuvem e storage e virtualização. A aliança cobre infraestruturas virtuais baseadas em Windows Server 2008 R2, Microsoft Hyper-V Sever 2008 R2, Microsoft System Center para gerenciamento de infraestruturas virtuais e físicas, e sistemas de storage NetApp. As duas também querem colaborar em soluções de storage e gerenciamento de dados para Microsoft Exchange, SharePoint e SQL Server. O acordo é similar ao que a Microsoft mantém com a rival da NetApp, a VMware.

7) EMC e provedores de serviços

No EMC World, em maio, o CEO Joe Tucci destacou um grupo de parcerias em torno da plataforma de nuvem Atmos, com base em alianças com provedores de serviços e desenvolvedores, a fim de promover a adoção de nuvens corporativas privadas. Provedores como AT&T, Peer1, Unisys e outros usam nuvens Atmos e suíte de prevenção de perda de dados RSA, da EMC para ajudar os CIOS a acelerar em nuvens privadas e conferir segurança às aplicações na nuvem.

8) CA e NetApp

Em fevereiro, a CA e a NetApp assinaram um acordo por meio do qual as duas companhias se unem pela gestão de infraestruturas de nuvem privada e pública. Segundo as empresas, soluções integradas ajudam as empresas e provedores de serviços a acelerar seus negócios e cortar custos através da união das ofertas de virtualização, automação e service addurance da CA, com as ferramentas de gerenciamento de storage da NetApp. A parceria, selada em cima de diversos anos de amizade entre as empresas, vai integrar o CA Spectrum Automation Manager com o NetApp Provisioning Manager, de forma a habilitar os clients a automatizar sua infraestrutura de nuvem end-to-end. Também a integração do CA Spectrum Service Assurance com a suíte NetApp SANscreen visam a estender o modelo de serviço da CA ao storage. Por fim, a união do CA Spectrum Infrastructure Manager e CA eHealth Performance Manager com os produtos de gerenciamento de falhas e performance da NetApp, mira a aceleração do monitoramento de performance proativo com análises em tempo real e relatórios de performance.

9) Dell e Joyent e outros

A Dell quer levar sua nuvem ao mercado como uma tempestade e está aliada com um grupo de outros fabricantes para lançar ofertas colaborativas de nuvem para o mercado corporativo. A Dell diz que está montando ofertas em cloud que agrupam soluções de hardware, software e serviços. Em primeiro lugar está a plataforma de nuvem da fabricante para aplicações web. A peça-chave, a solução PaaS é um esforço colaborativo com a provedora de software Joyent. Enquanto isso, a fabricante também trabalha com seus novos parceiros de desenvolvimento na nuvem: Aster Data (Web analytics); Canonical (nuvem privada em infraeatrutura como serviço em plataforma aberta); e Greenplum (data warehousing).

Por fim, a Dell continua em colaboração com a Microsoft, uma aliança em que as parceiras trabalharão em soluções para a plataforma Windows Azure, com ofertas de serviços da Dell e investimento da Microsoft nos hardwares Dell, para a infraestrutura Azure.

10) CA e Cisco

Parece que a Cisco está se aliando com todos para se plantar de vez no ecossistema da nuvem. Este mês, no CA World, as duas expandiram sua aliança, com a adição de diversas novas ferramentas de gerenciamento, a fim de melhorar seus desenvolvimentos de nuvem e virtualização. A parceria integra o software de gerenciamento de sistemas da CA com a plataforma Cisco Unified Computing System (UCS), o que significa que a tecnologia Cisco pode ser gerenciada via interface de gerenciamento da CA. Por exemplo, o CA Spectrum Automation Manager, o CA eHealth Performance Manager e o CA Spectrum Infrastructure Manager, agora, trabalharaão com UCS.

Notícias PRNewswire